Home office: Confira dicas de segurança para o trabalho remoto

Home / Artigos / Home office: Confira dicas de segurança para o trabalho remoto

Home office: Confira dicas de segurança para o trabalho remoto

O ano novo começou com a confirmação de mais dias de isolamento social pela frente e, nesse contexto, algumas tendências estabelecidas em 2020 seguem fortes em 2021. A principal delas é o home office, que, apesar de  dividir opiniões, segue sendo uma solução para inúmeras empresas.

Com a possibilidade de passar mais um ano nessa realidade, ou mesmo de  manter o sistema de trabalho híbrido, a segurança da casa e dos bens passou a ser uma preocupação a mais para as empresas.

De acordo com dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), em junho de 2020 a procura por por seguros residenciais aumentou 21% comparado ao mês de maio do mesmo ano, demonstrando, logo no início da pandemia, um crescente interesse na segurança e prevenção de danos no domicílio com a rotina migrada para a casa.

Para Felipe Barranco, CEO e cofundador da Flix, seguradora digital com foco na venda de seguros e assistências residenciais, a solução para o problema é simples, mas demanda uma atenção especial das companhias.

“É evidente que a pandemia trouxe inúmeros desafios para o mercado como um todo, mas, agora que sabemos que essa realidade será ainda mais duradoura, é o momento de pensarmos no que deu certo e em pontos que precisam ser aprimorados, a fim de gerirmos os impactos de 2020 e garantir a segurança dos colaboradores , comenta Barranco.

Pensando nisso, o especialista  separou três dicas para planejar um ano com menos imprevistos financeiros e  garantindo mais suporte para os colaboradores que precisam fazer da casa seu escritório. Confira:

1. Encare a casa do seu colaborador como extensão da sua empresa 

Quando o isolamento social começou, muitas empresas tiveram que se adaptar rapidamente ao home office e, com isso, muitos colaboradores viram a necessidade de adequar suas casas para suprir a estrutura que tinham no escritório.

Depois de quase um ano, é importante que as empresas passem a entender como auxiliar nessa extensão e estruturar soluções que atendam essa nova realidade.

Uma alternativa é olhar além de dinâmicas para fazer com que a rotina seja mais leve, compreendendo inclusive os benefícios oferecidos aos colaboradores e suportes que auxiliam no trabalho remoto.

Designed by @snowing / freepik
Designed by @snowing / freepik

“Muitas empresas decidiram por não dar continuidade ao vale transporte e ao vale refeição, uma vez que não é mais necessário pegar ônibus e metrô ou almoçar em restaurantes, outras mantiveram a ajuda de custo com a alimentação e optaram por pagar parte da internet e energia, mas poucas foram as que pensaram no seguro como alternativa aos imprevistos.

Afinal, se acontece um acidente com o computador da empresa ou ele gera um problema na casa do colaborador, quem é o responsável pelo conserto?” , explica Barranco.

A Flix, por exemplo, estruturou uma série de assistências denominadas “help desk”, que visam oferecer suporte para itens terceirizados, evitando o prejuízo de ambas as partes em casos de acidentes ou danos aos materiais.

Os serviços incluem configuração de e-mail, consultoria para melhoria do computador, suporte à softwares, sistema operacional, otimização e reparo do computador, hardware, suporte ao usuário, VPN e FTP, servidor, smartphones e tablets, smartwatches, sistema operacional, assistência para equipamentos periféricos, smart TV e até video games.

2. Incentive uma rotina de trabalho que não consuma a sua equipe

Trabalhar em casa proporciona menos tempo no trânsito e, por consequência, mais tempo para atividades pessoais. Pelo menos, era este o discurso no início do isolamento social. Com o passar dos meses, foi comum ver temas relacionados a burnout ganharem relevância e levantar novas discussões sobre a produtividade em casa.

Mesmo com a incerteza de uma retomada rápida e com bons resultados, manter o time motivado e engajado é primordial para um trabalho mais estratégico.

Nesse cenário, é interessante entender como foi o ano dos colaboradores, quais eram as suas maiores preocupações e como esse momento impactou a rotina deles e, a partir disso, montar uma ação para minimizar danos à saúde física e mental, além de incentivar o desenvolvimento do trabalho de forma mais leve.

3. Faça uma análise dos desafios de 2020 e aplique soluções para não repetir os problemas

Um bom primeiro passo para pensar nas metas, levando em consideração o momento, é analisar o impacto da pandemia e isolamento social para o seu negócio. O home office funcionou?

Se não funcionou, como melhorar esse cenário com a continuidade do modelo? Como foi o desempenho do seu time trabalhando de casa? Tem algo que a empresa pode fazer para ajudar no engajamento e desenvolvimento dos profissionais?

“Com quase um ano de experiência, é possível mapear os gaps e propor iniciativas mais assertivas para conquistar os objetivos durante a retomada e, também, se preparar para mais meses como os vividos em 2020”, aconselha Barranco.

Start typing and press Enter to search

Open chat
1
Olá!
Podemos te ajudar?
Clique na seta abaixo para iniciar uma conversa